Sapatos, uma expressão de liberdade iniciada pelos pés

.

Entre as tumbas sagrados de Tutankhamon – uma das mais famosas múmias da décima oitava dinastia de faraós -, as antigas civilizações e os escravizados no Brasil, um componente em comum: uma simbologia por trás das sandálias nos pés. Elemento que sustenta, protege e conduz nossos passos, mas que para além destas funções, seja na cultura oriental ou ocidental, sua presença ou não, sempre representou distinções sociais, culturais e de modos de vida.

No Brasil, como tudo aqui posto, em um país de maioria da população preta, não se pode deixar de destacar a história que está atrelada ao período escravocrata, onde o artigo era utilizado como um meio de demarcação de poder. Pessoas escravizadas tinham acesso restrito a roupas e sapatos. Sendo para pretos um acessório que trazia consigo um significado de liberdade. 

Sabemos que tudo na história de pessoas pretas perpassam pela experiência de ser negro, quando temos consciência da história que cada coisa nos traz, entendemos o valor daquilo. Para nós, sapatos são muito mais que apenas um artefato, mas historicamente um símbolo de liberdade do nosso povo, há quem diga que sapato era a primeira aquisição de pessoas escravizadas após libertas, uma forma de mostrar para além de uma carta de alforria, a conquista de uma suposta liberdade. Digo suposta, porque sabemos que ainda hoje o sistema racista coloca a nós, pessoas pretas, a margem da sociedade.

Ao pensar em uma pessoa do passado, possivelmente a imagem que se vem na mente vai relatar em que época aquela pessoa vive por meio de suas vestimentas. Roupa, tempo e sociedades estão um para o outro, sendo assim, sapato é um objeto histórico e sociológico.

Hoje, ao termos opções de como nos vestir, e aos que têm acesso a escolha de roupas e as tendências de moda, a roupa pode comunicar e expressar a mensagem que o indivíduo quer que seja percebida por outras pessoas, bem como os nossos sapatos.

Como uma forma de ressignificar a simbologia dos artigos para que os passos dados pelos nossos antepassados e a nossa história não seja esquecida, mas sim, motivo de honra.

O Clube da Preta tem no Box sapatos produzidos por nossos parceiros como Zkaya Moda Afro, Pretas Graciosas, Antônio Calcados e A-URORA, que não só são uma forma de expressar a história preta, mas também um meio de geração de renda de empreendedores pretos. Conheça nossos produtos!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *